X
X
 


Pick-upau online
Notícias+
Onça ‘visita’ viveiro do Refazenda em APA
Felino deixou suas pegadas em bandejas de germinação

Há pouco mais de três meses, jornais de São Paulo noticiaram a aparição de um casal de onças-pardas na região da Área de Proteção Ambiental Capivari-Monos, no extremo sul da capital e pela primeira vez a Prefeitura confirmou a informação.

A descoberta será descrita no novo inventário da fauna que está sendo desenvolvido na capital. Segundo levantamento da Secretaria do Verde e Meio Ambiente, a lista registra cerca de 700 espécies, sendo 563 vertebrados e 137 invertebrados. Ainda segundo a Secretaria, cerca de 30 espécies estão classificadas com ameaçadas de extinção, e outras 22 estão como quase ameaçadas.

No fim de agosto, ativistas do Pick-upau registraram pegadas de onça dentro da área do viveiro de mudas de espécies nativas da Mata Atlântica, do Refazenda (www.refazenda.org.br), o viveiro está localizado dentro da Terra Indígena Tenonde Porã, e segundo os indígenas, o felino, possivelmente, estava caçando uma ou mais saracuras (Aramides cajanea) que têm ninhos próximos ao viveiro.

Frequentemente animais são avistados no viveiro, entre aves (quero-quero, pica-pau-do-campo etc.); répteis (jararaca, falsa-coral etc.); anfíbios (sapo-cururu, perereca-trepadora punctata etc.); mamíferos (onça-parda, sagui-de-tufo-branco, morcegos etc.) além de vários insetos e aracnídeos.

No entanto, o registro mais impressionante foram as pegadas deixadas no viveiro. “Nós já havíamos ouvido muitas histórias dos indígenas sobre a presença de felinos na área da aldeia, mas as pegadas foram extraordinárias”, disse a ativista Andrea Nascimento, coordenadora do Projeto Refazenda.

Essas informações foram repassadas ao Instituto Pró-Carnívoros que fará uma visita na aldeia para coletar dados mais precisos.

Saiba mais sobre as onças
Onça-parda
Ordem: Carnivora
Família: Felidae
Nome popular: Onça-parda
Nome em inglês: puma, cougar, panther, ou mountain Lion
Nome científico: Puma concolor
Distribuição geográfica: América do Norte, Central e Sul. Habitat: Montanhas, florestas tropicais, cerrados
Hábitos alimentares: carnívoras
Reprodução: gestação 90 a 96 dias
Período de vida: as fêmeas até 12 e os machos até 20 anos, aproximadamente
Fonte: Fundação Parque Jardim Zoológico de São Paulo

Onça-pintada
Ordem: Carnívora
Família: Felidae
Nome popular: Onça-pintada
Nome em inglês: Jaguar
Nome científico: Panthera onca
Distribuição geográfica: sul dos Estados Unidos até a Argentina
Habitat: cerrado, caatinga, pantanal, florestas tropicais
Hábitos alimentares: Carnívoro
Reprodução: 93 a 105 dias com dois filhotes normalmente
Longevidade: cerca de 25 anos
Fonte: Fundação Parque Jardim Zoológico de São Paulo

Sobre o Pick-upau
O Pick-upau é uma organização não-governamental sem fins lucrativos de caráter ambientalista 100% brasileira dedicada a preservação e a manutenção da biodiversidade do planeta. Fundada em 1999, por três ex-integrantes do Greenpeace-Brasil e originalmente criada no Cerrado brasileiro, tem sua base, próxima a uma das últimas e mais importantes reservas de mata atlântica da cidade São Paulo, a maior metrópole da América Latina. Por tratar-se de uma organização sobre Meio Ambiente, sem uma bandeira única, o Pick-upau possui e desenvolve projetos em diversas áreas ambientais.
Acesse: www.pick-upau.org.br

Sobre o Pró-Carnívoros
O Instituto para a Conservação dos Carnívoros Neotropicais – Pró-Carnívoros é uma associação civil, de direito privado, não governamental e sem fins lucrativos. Fundado em 1996, está sediado em Atibaia, São Paulo, e desenvolve projetos em diversas regiões do país. Promove a conservação de mamíferos carnívoros neotropicais e de seus habitats.
Acesse: www.procarnivoros.org.br

Sobre a APA Capivari-Monos/Terra Indígena Tenonde Porã
A Terra Indígena onde está localizado a base de pesquisa do Projeto Darwin faz parte da Área de Proteção Ambiental Capivari-Monos (APA). Mas o que é uma APA? É um tipo de unidade de conservação que difere das demais, pois a propriedade das terras pode ser tanto pública quanto privada. A APA possui seis finalidades básicas: proteger a biodiversidade, proteger os recursos hídricos e os remanescentes da Mata Atlântica, resguardar o patrimônio arqueológico e cultural, promover a melhoria da qualidade de vida das populações, manter o caráter rural da região e evitar o avanço da ocupação urbana na área protegida.

Em junho de 2001 a PMSP criou a primeira área de proteção ambiental do município: a APA Capivari-Monos. Localizada no extremo sul da cidade de São Paulo, a APA possui 25 mil hectares, o que equivale a 1/6 da área do município e está inserida na área de proteção aos mananciais - Sul, incluindo as bacias hidrográficas Guarapiranga, Billings e Capivari-Monos (fundamentais ao abastecimento de água potável da metrópole) e também, na Reserva da Biosfera do Cinturão Verde. É considerada área tampão entre o Parque Estadual da Serra do Mar e a cidade. (Fonte: SVMA).

Da Redação
Fotos: Agência Ambiental Pick-upau