X
X
 

Notícias+
Refazenda completa dois anos de vida
Making of apresenta a cronologia de um projeto pioneiro

O Projeto Refazenda completa em novembro de 2010, dois anos de vida e apresenta números positivos em todas as metas previstas. Com a construção da Unidade Tenonde, a comunidade indígena guarani m’bya passou a ser beneficiada com a produção florestal do viveiro de mudas nativas da mata atlântica. Agora a equipe do Projeto Refazenda disponibiliza no Canal do Pick-upau no Youtube (http://www.youtube.com/user/Pickupau) um making of da construção e do desenvolvimento do projeto na aldeia.

Pick-upau/Divulgação

Making of apresenta curiosidades do Projeto Refazenda.

Os vídeos e infográficos trazem curiosidades, como animais silvestres que visitaram o viveiro, desde aves como pica-pau-do-campo, jacu, quero-quero; passando por anfíbios de todos os tamanhos e cores; répteis, como cobras; mamíferos de pequeno porte, primatas e até felinos, como a onça que deixou sua pegada em uma das bandejas de mudas do viveiro.

Dados como quantidade de sementes adquiridas, distância percorrida pelos ativistas do Pick-upau, produção de mudas também são destaques nesses dois anos de Refazenda na Aldeia Guarani Tenonde Porã.

Pick-upau/Divulgação

Making of apresenta curiosidades do Projeto Refazenda.

Sobre o Pick-upau
O Pick-upau é uma organização não-governamental sem fins lucrativos de caráter ambientalista 100% brasileira dedicada a preservação e a manutenção da biodiversidade do planeta. Fundada em 1999, por três ex-integrantes do Greenpeace-Brasil e originalmente criada no Cerrado brasileiro, tem sua base, próxima a uma das últimas e mais importantes reservas de mata atlântica da cidade São Paulo, a maior metrópole da América Latina. Por tratar-se de uma organização sobre Meio Ambiente, sem uma bandeira única, o Pick-upau possui e desenvolve projetos em diversas áreas ambientais. Saiba mais: www.pick-upau.org.br

Sobre o Projeto Refazenda
O Projeto Refazenda é uma iniciativa do Pick-upau, uma organização não-governamental sem fins lucrativos de caráter ambientalista, 100% brasileira, em parceria com o Fundo Especial do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e a aldeia guarani Tenonde Porã. O programa tem entre seus principais objetivos a produção de mudas nativas da mata atlântica, como forma de fomento da economia da comunidade indígena beneficiada e o aumento da oferta de produtos florestais destinados a recuperação e ampliação da cobertura vegetal de um dos biomas mais ameaçados do país, a mata atlântica. Saiba mais: www.refazenda.org.br

Pick-upau/Divulgação

Making of apresenta curiosidades do Projeto Refazenda.

Sobre a APA Capivari-Monos/Terra Indígena Tenonde Porã
A Terra Indígena onde está localizado a base de pesquisa do Projeto Darwin faz parte da Área de Proteção Ambiental Capivari-Monos (APA). Mas o que é uma APA? É um tipo de unidade de conservação que difere das demais, pois a propriedade das terras pode ser tanto pública quanto privada. A APA possui seis finalidades básicas: proteger a biodiversidade, proteger os recursos hídricos e os remanescentes da Mata Atlântica, resguardar o patrimônio arqueológico e cultural, promover a melhoria da qualidade de vida das populações, manter o caráter rural da região e evitar o avanço da ocupação urbana na área protegida.

Em junho de 2001 a PMSP criou a primeira área de proteção ambiental do município: a APA Capivari-Monos. Localizada no extremo sul da cidade de São Paulo, a APA possui 25 mil hectares, o que equivale a 1/6 da área do município e está inserida na área de proteção aos mananciais - Sul, incluindo as bacias hidrográficas Guarapiranga, Billings e Capivari-Monos (fundamentais ao abastecimento de água potável da metrópole) e também, na Reserva da Biosfera do Cinturão Verde. É considerada área tampão entre o Parque Estadual da Serra do Mar e a cidade. (Fonte: SVMA).


Da Redação
Fotos: Pick-upau/Divulgação